quarta-feira, 24 de outubro de 2007

Bons tempos...

Eu sinto muita falta do tempo que eu era criança... Dos programas que passavam na TV, da escola, de algumas pessoas, de não ter que me preocupar com as coisas... Do meu pai...
Lembro de como eu levantava sozinho pra ir pra escola, que não gostava de faltar na aula, que ainda acreditava que meus amigos eram inseparáveis, não pensava em namorada e não tinha maior preocupação do que tirar boas notas e passar de ano.
As crianças de hoje em dia se preocupam em namorar, em ter um MP3 player e um celular. Escutam músicas de adulto, dançam a dança da bundinha, da garrafa, da motinha e de tudo que não tem nada a ver com crianças. Lembro que tinha música pra criança, quando eu era pequeno. Também, que o que eu mais queria ganhar em qualquer data comemorativa era brinquedo (carrinho, boneco, jogo, video-game). Namorar? Eu nem me preocupava com essas coisas, rsrs. Queria jogar bola, brincar de pega-pega, ajuda-ajuda, duro ou mole, etc. Puxa, era tão bom. Quando vejo essas crianças dizendo que querem crescer logo, dá até uma dor no peito. "Vocês não sabem oq ue estão falando", é o que respondo pra elas. Eu e vc conhecemos um monte de gente que diz eu dizia: "Quero ter 18 anos, logo!" Tudo besta. Quem faz 18 anos só tem mais responsabilidade pra cumprir. Você acredita que no momento que assopra a velinha do bolo de 18 anos, automaticamente uma algema se quebra e vc não deve mais satisfação pra ninguém, vira um fora-da-lei e consegue suas coisas sozinho? Aí é que você se engana, nenê! É tudo ao contrário. E tem mais! rsrs... Minha professora do 1o. ano da faculdade já dizia pro povo: "Não adianta morar sozinho pra dizer que é independente se quem continua lavando suas roupas e fazendo sua comida são seus pais. No momento que apertar, você vai pedir dinheiro pra eles, também." E é verdade... independência, é quando você não depende mais dos seus pais...
Eu aproveitei muito mminha infância, mas, as vezes, sinto vontade de voltar no tempo e ser criança, de novo. De poder dar um abraço no meu pai quando ele chegava do trabalho e de dar um beijo na minha mãe quando ela me buscava na porta da escola... Das brigas e risadas entre irmãos... Daqueles que se foram e não voltam mais...
Tá pronto pra crescer?

1 comentários:

Gleyce disse...

Ah, Chicão! Sinta tanta falta tb da minha infância. Uns dias atrás mesmo estava relembrando com minha amiga os desenhos que víamos na tv, no xou da xuxa rs, nas brincadeiras de rua, etc... coisas q atualmente as crianças não fazem mais, só querem saber de jogar video game, ficar na internet, msn, essas coisas. Infelizmente estas crianças estão perdendo a melhor fase de suas vidas... Pelo menos nossa geração soube aproveitar mto bem essa fase!
Beijos