sexta-feira, 12 de outubro de 2007

Não aguento...

Acho que a maioria das pessoas ficaram sabendo que o Luciano Huck foi assaltado e que levaram um relógio de R$40.000,00 dele. Quase o mataram, também. Ele resolveu manifestar sua indignação, de maneira escrita, num jornal. Achei legal, se ele tem acesso a esse recurso, o Huck pôde falar sobre a violência absurda que vivemos e que nos cerca todos os dias. O que aconteceu com ele, acontece com um monte de gente, todo dia, mas, nunca se fica sabendo, apenas em alguns casos que viram manchetes de jornal.
O que me deixou muito puto foi que, agora, um rapper escreveu uma crítica ao Luciano. Queiro deixar claro que não sou fã do apresentador. Nem assisto ao seu programa, não curto muito. Mas, achei um absurdo o rapper dizer que os 40 mil do relógio podem alimentar ou ajudar outras pessoas pobres e blá, blá, blá. Caramba! Se o cara tem dinheiro pra comprar o relógio, porque ter essa inveja? Na minha vida, cansei de ouvir pessoas dizerem que era injusto o fulano da esquina ou o beltrano da avenida terem tal carro ou casa e eles não terem. Sabe, o fulano e o beltrano trabalharam pra ter o que têem, já passaram dificuldades, mas, de certa forma, superaram as dificuldades e conseguiram algo na vida! Fico muito irritado quando vejo essas pessoas justificando o fato de roubar como uma maneira de igualar as riquezas de todos, dizendo que é injusto um ter e outro não ter... Essas memsmas pessoas dizem que não querem trabalhar pro patrão X porque ele vai crescer e ela vai continuar sendo peão. Que ridículo! E vocês não sabem o quanto já ouvi isso por aí...
É assim que justificam os roubos... Mesmo que você não possa comprar um relógio de 40 mil, você acha justo não poder comprar um tênis ou não usá-lo porque sabe que alguém vai te roubar na rua só pelo fato do marginal acreditar que tem que ser tudo meio-a-meio? Você acha justo invadirem morros e florestas pra fazer moradia e não pagarem conta de água, luz e imposto e o prejuízo pesar no seu bolso. Você, que já paga SUA luz, SUA água e SEU imposto, também, tem que pagar o do cara que não paga nada disso porque fez "gato" na energia elétrica ou na água... Então, não me venha dizer que tem que ser tudo meio-a-meio, porque eu também quero trabalhar pra dar o melhor pra minha família e não sutentar nenhum vagabundo...
Se cuidem...

1 comentários:

Aline disse...

Nem tinha visto essa história. Se ele tem pra gastar, ninguém tem nada a ver com isso.
Vi seu post passado. Parabéns pelas visitas! Acho que boa parte dela, fui eu. Li seus primeiros posts como pediu e não esqueci seu último pedido. Nem sei porque eu to aqui, mas eu to sentindo muito sua falta.
Boa semana. Beijos com carinho =*
Lica