sexta-feira, 5 de outubro de 2007

Pra pensar...

Eu nunca gostei de bebidas alcoólicas. Não por imposição de ninguém, mas, por opção. Não gosto do cheiro e nem do gosto. Meus pais nunca me incentivaram a beber. Mas, por decisão minha, quando ainda era criança, decidi que não ia depender disso e nem beber socialmente. pra falar a verdade, na minha opinião, não tem essa de beber socialmente... Ou você bebe ou você não bebe. Por consequência, não uso drogas e nunca quis experimentar, mesmo quando me ofereceram insistentemente, rs. Acho deplorável a imagem de alguém dominado por algo como álcool ou droga. Fora de sí, fora de controle. Por isso, nunca quis que essas coisas tirassem o controle de mim. Não é fácil, muita gente te acha estranho porque você não bebe ou não fuma um baseado. Colegas meus de colégio, que conhecia quando eu era adolescente, já morreram por causa dos vícios. Na faculdade, via garotas lindas com garrafas na mão, bebendo no gargalo, bêbadas e fora de controle... Os caras também não ficavam atrás... E você ainda me pergunta porque não bebo? Eu evito ir numa balada. Foram raras as vezes que fui obrigado a ir em uma por causa de eventos na empresa que trabalhava. Era estranho ver aquelas pessoas que pregavam pela ética, pelo respeito, pela ordem e mais um monte de blá, blá, blá totalmente fora de cotnrole, dançando e se retorcendo como uma lesma quando se joga sal em cima (huahuahua). Drogados, bêbados, prostiruidos... Ridículo. Nessas andanças da vida, cheguei a conclusão que balada é coisa de gente vazia, sem perspectiva, sem personalidade... Existem aqueles que só vão pra dançar, aqueles que só se reúnem com os amigos, etc. Mas, acho que você que está lendo sabe dos tipos que estou falando, não é?
Existem três fases do bêbado, conforme a lenda popular. A primeira, do macaco. Quando o cara fica um palhação, rindo e fazendo aquele monte de bosta que a gente sabe, rs. A segunda, é a do leão, quando vira uma fera, quer brigar com todo mundo e quando não consegue, chega em casa e bate na mulher, nos filhos e etc. A terceira fase é a do porco. Daí, o bebum começa a vomitar e tem aquela ressaca... O mesmo serve pra quem usa drogas.
Acredite, já carreguei bêbado e não é fácil. Já convivi em buteco e é triste ver certas coisas... Pensa bem, ser jovem não é ser incosequente... Pra esquecer, não precisa encher a cara...
Mas, vivemos numa democracia, você faz o que quiser... Só pensa, tá? Veja o vídeo:


video

Triste, não? (e nojento)

1 comentários:

Karen disse...

mew é simples...
q nojooooo....
é deplorável tal situação